PREFEITURA E ESTADO ALINHAM MEDIDAS DE PREVENÇÃO DE CONFLITOS

Compartilhe!

A pedido do prefeito Rafael Greca, representantes da Prefeitura de Curitiba e da Polícia Militar do Paraná se reuniram nesta quarta-feira (26/2), na sede do governo municipal, para avaliar os episódios ocorridos no Largo da Ordem durante o carnaval e alinhar medidas preventivas contra futuros eventos semelhantes.

Ainda durante o feriado, a Guarda Municipal e a PM reforçaram a segurança, com 250 policiais ao todo atuando na região, onde não havia programação oficial de carnaval.

O Largo terá reforço no policiamento durante o próximo final de semana, a fim de prevenir novos casos de depredação e conflitos.

A análise das autoridades de segurança municipais e estaduais aponta para um movimento com volume inédito de pessoas no Largo da Ordem no último fim de semana, quando milhares de pessoas ocuparam a área.

Além dos frequentadores habituais, que se reúnem em diferentes grupos, o Largo recebeu pessoas que participavam de outros eventos no centro, como o desfile das escolas de samba.

Futuro

Além do reforço na segurança para o próximo fim de semana, a Prefeitura vai finalizar o levantamento dos prejuízos causados pela depredação – pichações, vidros e estruturas danificadas, por exemplo, em imóveis públicos e privados.

O Memorial de Curitiba, o Palacete Wolf (que abriga o Instituto Municipal de Turismo) e Casa da Memória foram danificados. Além dos vidros quebrados e paredes pichadas, os canteiros do Largo foram danificados. Por enquanto foram colocados tapumes provisórios em portas e janelas, enquanto os novos vidros e peças não ficam prontos. O balanço do prejuízo será divulgado nos próximos dias.

O trabalho de recuperação, no entanto, começou ainda nesta quarta-feira, com substituição das flores dos canteiros e substituição de árvores que foram depredadas da região.

Por meio da análise de imagens de diferentes fontes, a Polícia Civil trabalha na identificação dos vândalos que depredaram patrimônio público e privado.

As equipes de inteligência da guarda municipal e da PM também devem reforçar o trabalho de monitoramento de movimentos considerados atípicos e que podem ser foco de conflito – como o ocorrido no feriado.

Participantes

Participaram da reunião: Luiz Fernando Jamur (secretário de Governo Municipal), Monica Santanna (secretária municipal de Comunicação Social), Guilherme Rangel (secretário municipal da Defesa Social), Carlos Celso dos Santos Jr. (superintendente da Guarda Municipal), Júlio Mazza (secretário de Urbanismo) , Péricles de Mattos (comandante-geral da PM-PR), Hudson Teixeira (comandante do 1º Comando regional de Polícia Militar), entre outros representantes do município e membros do Estado Maior da Polícia Militar.

 

 

 

Via SMCS

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =