EXAME PODE DETECTAR ALZHEIMER COM 20 ANOS DE ANTECEDÊNCIA

Compartilhe!

Pesquisadores da Universidade de Lund, em parceria com a companhia Roche Pharma, realizaram um estudo que comprova que o Alzheimer pode ser detectado com até 20 anos de antecedência de surgimento de sintomas, por meio de um exame de sangue.

A detecção da doença é feita através da proteína fosfo-tau217, que é um indicador direto do surgimento de Alzheimer. Os altos índices da substância no sangue atingem 96% das pessoas com a doença.

O estudo é inovador, pois apontou uma maneira precoce de conter a doença degenerativa que atinge 35,6 milhões de pessoas no mundo e 1 milhão de pessoas no Brasil. 

Atualmente, o diagnóstico é feito com testes cognitivos, relatos familiares e ressonância magnética. Agora com essa descoberta, os impactos da doença podem ser reduzidos e a qualidade de vida das vítimas irá aumentar.

 

Por Isabela Alves
Foto: Clément Falize via Unsplash

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + dezoito =