ALUNOS E PROFESSORES CONHECEM A REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DO PARANÁ

Alunos e professores do curso de pós-graduação em Geografia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) visitaram a sede da Cohapar nesta terça-feira (7). Eles conhecerem detalhes dos programas de regularização fundiária coordenados pela companhia, com ênfase no programa Morar Legal Paraná.

Para diretor de Regularização Fundiária da Cohapar, Luis Corti, a aproximação com o ambiente universitário é uma oportunidade de melhorar os processos de trabalho da companhia. “É importante recebermos a UFPR e poder mostrar este programa, inclusive com a possibilidade de estabelecer futuras parcerias com a universidade, que muito tem a contribuir com os processos de regularização fundiária”, afirmou.

MORAR LEGAL PARANÁ 

O programa é financiado com recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza, com a supervisão da Cohapar, que é responsável pela contratação e fiscalização de empresas especializadas via licitação para a execução dos serviços.

As empresas contratadas realizam o cadastramento e análise de documentação das famílias e dos imóveis, executam serviços de topografia, elaboram os projetos urbanísticos, emitem documentos técnicos e jurídicos exigidos e, por fim, entregam os títulos de propriedade registrados em cartório aos proprietários.

Atualmente, cerca de 35 mil famílias de 73 municípios paranaenses estão sendo beneficiadas com o programa. Os investimentos nos projetos chegam a R$ 22,9 milhões, com perspectiva de ampliação para os próximos anos.

De acordo com Corti, o programa é importante por promover o resgate da dignidade das famílias beneficiadas. “A regularização transforma o posseiro em proprietário, que com isso têm mais segurança, aumenta o patrimônio da sua família e pode obter financiamentos para investir em melhorias da sua moradia”, argumenta.

OUTRAS AÇÕES

Além do Morar Legal Paraná, o Governo do Estado também realiza a regularização de imóveis diretamente pela equipe técnica da Cohapar, com foco em antigas áreas de ocupação irregular na Região Metropolitana de Curitiba. No momento, são cerca de 6 mil imóveis em processo de titulação nesta modalidade.

Há ainda o processo de Escrituração Direta da Cohapar, que consiste em um serviço de titulação menos burocrático e mais barato voltado especificamente para mutuários da própria companhia, e a regularização de propriedades rurais, coordenada pelo Instituo de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná (ITCG).

Alunos e professores do curso de pós-graduação em Geografia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) visitaram a sede da Cohapar nesta terça-feira (7). Eles conhecerem detalhes dos programas de regularização fundiária coordenados pela companhia, com ênfase no programa Morar Legal Paraná.

 

Via AEN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + quatro =