COMUNIDADE DA VILA VERDE RECEBE ESCRITURAS DE CASAS

Compartilhe!

“Nossa casa é fruto do trabalho da minha família. Meu projeto de vida é que meus filhos tenham uma vida melhor do que a minha”, disse a coletora de materiais recicláveis Dalva Correa, 58 anos. No que depender da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) e da Prefeitura, a moradora da Vila Verde há três décadas vai concretizar seu objetivo.

Na companhia da filha Daiana, 37 anos, e da netinha Letícia, de sete meses, ela compareceu ao Mutirão promovido pela Cohab na sede da Administração Regional CIC, neste sábado (24/11). Trazendo o já amarelado contrato de 33 anos atrás, Dalva deu o último passo para conquistar o tão sonhado título de propriedade. Documento que vai permitir a ela registrar o imóvel e deixá-lo de herança para os filhos.

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) realizou nesta sábado (24), um mutirão de serviços para atender os moradores da Vila Verde. Na imagem Dalva, sua filha Daiane e sua neta.
Curitiba, 24/11/2018
Foto: Rafael Silva

Ao todo, estão sendo regularizados 2.337 lotes. A Cohab está atendendo famílias em diferentes situações – 999 famílias com os contratos já quitados, 1.047 com as dívidas parcialmente quitadas e 291 ainda permaneciam sem contrato, caso da dona de casa Jacinta de Godoi, 60 anos.

Moradora da Vila Verde desde 1988, ela está ansiosa para se tornar a proprietária oficial do lote onde construiu sua vida. “É tudo que eu mais quero. Vou pagar com prazer para ter a escritura definitiva, pois sei que estarei pagando por algo que será para sempre meu”, destacou.

Compromisso

Um intenso trabalho com foco na regularização de terrenos irregulares foi um compromisso firmado pelo prefeito Rafael Greca quando assumiu a Prefeitura. “A Vila Verde já foi toda regularizada, está com a documentação em ordem. Ocupação não é propriedade, por isso convidamos as famílias a comparecem à Regional CIC para que cada uma delas acerte sua situação e possa usufruir com alegria do lar que construíram em terra antes apenas ocupada”, afirmou o prefeito.

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) realizou nesta sábado (24), um mutirão de serviços para atender os moradores da Vila Verde.
Curitiba, 24/11/2018
Foto: Rafael Silva

As famílias que já haviam quitado o contrato e dado entrada no cartório saíram do Mutirão com a escritura definitiva em mãos. Morador local desde 1991, José Gonçalves recebeu o título de propriedade das mãos do presidente da Cohab, José Lupion Neto.

“Foram tantos anos de espera, estou muito feliz. Ter a posse legal do terreno representa muita segurança para minha família, é uma conquista para todos que moram aqui. Fico até sem palavras”, falou, visivelmente emocionado.

Famílias da Vila Verde que não puderam comparecer ao Mutirão, ou preferiram ser atendidas em outra oportunidade, puderam agendar atendimento durante a semana, na sede da Cohab ou na própria Regional CIC.

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) realizou nesta sábado (24), um mutirão de serviços para atender os moradores da Vila Verde.
Curitiba, 24/11/2018
Foto: Rafael Silva

Histórico

Com um total de 2.337 lotes aprovados, localizados em uma área de 840 mil metros quadrados – o equivalente a 120 campos oficiais de futebol, a Vila Verde começou a ser ocupada em 1984, quando a Prefeitura destinou os terrenos da chamada Vila Verde I.

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) realizou nesta sábado (24), um mutirão de serviços para atender os moradores da Vila Verde. Na imagem Maria da Penha.
Curitiba, 24/11/2018
Foto: Rafael Silva

Nos anos seguintes, a Cohab deu prosseguimento à produção de lotes para atender moradores transferidos de áreas irregulares e também inscritos na fila de pretendentes a imóveis populares.

Apesar de urbanizada e bem servida de equipamentos públicos, os moradores da Vila Verde seguiam na informalidade. “Iniciamos hoje a entrega de títulos da Vila Verde, uma conquista possível graças a muito empenho da equipe da Cohab”, ressaltou o presidente da Cohab.

 

via SMCS

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dezesseis =