CURITIBA GANHA CENTRO INTEGRADO PARA UNIFICAR COMBATE AO CRIME ORGANIZADO NO SUL

Curitiba passa a sediar o Centro Integrado de Inteligência e Segurança Pública da Região Sul, o Ciispr-Sul. A estrutura montada na Secretaria de Estado da Segurança Pública, no Centro Cívico, foi ativada nesta sexta-feira (10/5), após solenidade no Palácio Iguaçu com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, do governador Carlos Massa Ratinho Junior, e do prefeito Rafael Greca.

O Ciispr-Sul vai integrar mais de 70 bases de dados dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Este é o segundo centro integrado de inteligência regional implantado no País, depois de Fortaleza.

O prefeito destacou a importância da novidade para a área da segurança. “É um valioso instrumento de defesa social, no momento em que o governo federal volta a ter o Ministério das Cidades, órgão importante para o serviço público dos brasileiros, na sua imensa maioria moradores dos grandes centros”, disse Greca.

Ao presidente da República e aos convidados, Greca falou sobre o plano de recuperação de Curitiba. “Eu peguei a cidade arrasada, fiz a reforma da previdência, depositei os recursos em adiantamento e a Prefeitura e a cidade refloresceram. É com grande alegria que dizemos hoje que Curitiba está equacionada”, falou.

Solenidade no Palácio Iguaçu com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, do governador Carlos Massa Ratinho Junior, e do prefeito Rafael Greca para reativar o Centro Integrado de Inteligência e Segurança Pública da Região Sul, o Ciispr-Sul. A estrutura montada na Secretaria de Estado da Segurança Pública, no Centro Cívico, foi ativada nesta sexta-feira (10/5) – Curitiba, 10/05/2019 – Foto: Daniel Castellano / SMCS

Integração

A rede de centros integrados foi concebida para unificar a ação de combate ao crime organizado por regiões. Entre os objetivos estão a integração entre os agentes de segurança pública para produção de conhecimentos estratégicos e o acesso integrado dos conteúdos dos diversos órgãos que compõem a estrutura de segurança pública.

“A segurança pública precisa de mais recursos, precisamos valorizar os agentes de segurança, mas principalmente precisamos fazer melhor com o que já temos e o melhor meio para isso é a integração”, afirmou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

O governador Ratinho Junior aproveitou para elencar reduções de criminalidade registradas no Paraná durante o primeiro quadrimestre do ano, na comparação com o mesmo período de 2018.

“Registramos redução de 32% nos homicídios, de 46% nos latrocínios e de 38% no roubo de carros”, apresentou. Ratinho atrelou o alcance dos resultados à equipe motivada, aos policiais bem treinados e ao trabalho de inteligência.

O evento contou com a presença do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno; do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; da vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr; do governador em exercício do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Júnior; e do vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 13 =