RAUL GUEDES, O MENINO QUE FOI PRA NASA, AGORA VAI PARA HARVARD

Compartilhe!

Por Larissa Santin

Raul Guedes tinha apenas 13 anos quando iniciou nas aulas de robótica promovidas pela WAAS, e apoiadas pelo Instituto Robert Bosch, no colégio Arlindo Carvalho de Amorim. Lá o menino já mostrava a que vinha: em 2017,  junto com dois colegas, venceu o SpaceApps Challenge com a criação de um dispositivo capaz de receber informações enviadas pelo satélite da NASA sobre focos de incêndio identificados em tempo real, transformando os dados digitais em analógicos de forma que possam ser transmitidos para diversas rádios AM espalhadas pelo país. Batizado de #JunoRadio, o rádio funciona sem nenhum acesso à internet e pode ter sua transmissão para as áreas mais remotas.

Com isso os estudantes ganham uma viagem para os Estados Unidos para conhecer a Nasa, Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço.

Agora em 2019, Raul criou o INUN, em conjunto com os colegas Marlon Santos, de 16 anos, e João Vitor de Freitas Melo, de 18 anos. Trata-se de um dispositivo instalado nas margens dos rios para medir o nível da água e alertar as pessoas sobre enchentes na região da CIC. “A ideia é construir dispositivos de baixo custo, eles custam em todos de 250 reais cada, e são instalados nas margens dos rios aqui na CIC. Aí juntamos os dados do dispositivo com os dados metereológicos e podemos prever com velocidade a possibilidade de enchentes e avisar a defesa civil e os demais órgãos.”, conta o garoto inventor.

No primeiro semestre de 2019 os estudantes focaram em desenvolver o dispositivo e agora, no segundo semestre, começam a captação de recursos para instalação do INUN. Ao todo, para instalar os dispositivos na Cidade Industrial é estimado que precisem captar cerca de 17 mil reais.

“Ninguém tem futuro pré-determinado e podemos mudar, melhorar nosso destino através do esforço. Os jovens tiveram uma oportunidade mas se não tivessem se esforçado a oportunidade não teria levado eles tão longe” – Arlete Scheleider, diretora do WAAS

 

Sem deixar uma oportunidade de crescimento passar, Raul enviou o projeto para um concurso em uma universidade americana. E novamente venceu. Dessa vez Raul irá para Harvard ter aulas de empreendedorismo social. “Eu quero usar meus conhecimentos, tudo o que eu aprendi e vou aprender lá fora, para trazer benefícios pra minha comunidade, onde cresci e tive oportunidades.”, afirma.

O concurso teve três fases, a última era uma entrevista em inglês que Raul conta que tirou de letra. “No dia que saiu o resultado eu tinha ficado doente, não consegui nem ir pra escola naquele dia, passei o dia na cama. De noite eu recebi o e-mail dizendo que tinha sido aprovado. É como se tivesse deixado de ficar doente na hora!”, revela animado.

Raul também será palestrante no Nasa SpaceApps Challenge 2019, um evento internacional de tecnologia, que acontecerá em Curitiba em outubro.

A viagem para Harvard está marcada para novembro deste ano. Toda a Cidade Industrial vibra com tuas vitórias, sente muito orgulho e deseja uma ótima viagem!

 

 

Compartilhe!

Uma ideia sobre “RAUL GUEDES, O MENINO QUE FOI PRA NASA, AGORA VAI PARA HARVARD”

  1. Parabéns pelo seu projeto, pelo interesse, pela sua vontade e que seu conhecimento venha trazer outras oportunidades, abraços…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + treze =